Promoção!

Auto-de-fé de Barcelona

R$20,00 R$10,00

O livro relaciona não só as 300 obras que foram queimadas naquele dia de outubro de 1861, pela Inquisição, mas descreve minuciosamente o ato, suas repercussões, transformando-o num evento histórico, devidamente comemorado nos seus cinquentenário e centenário.

Frete e prazo de entrega

Calcule o valor do frete e o prazo estimado de entrega para a sua região.


Descrição do produto

Este pequeno livro, do autor argentino Florentino Barreira, traduzido por Emília Santos Coutinho e Gabriela Santos Coutinho, é uma recente publicação que o CCDPE-ECM – Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo Eduardo Carvalho Monteiro disponibiliza para o seleto público interessado nos trabalhos da Liga dos Historiadores e Pesquisadores Espíritas, de que participam as tradutoras e demais interessados.
Dá-nos uma breve biografia do autor, diversas ilustrações, incluindo tela e fotos de protagonistas como Kardec, Alcatre, Cola vida e Bernardo R. Ferrer, este último testemunha do auto-de-fé, além de resumos biográficos deles, do bispo D. Antônio Palau y Tremes e Ramon Lair Pomares.
“O Auto-de-Fé de Barcelona adquire particular significação histórica por condensar as perseguições e inconvenientes que deveriam enfrentar os espíritas das primeiras horas”, diz-nos o autor, que nos dá a conhecer a evolução religiosa e histórica do pensamento não só do povo espanhol, como de diversos países europeus que levaram a esse ato que, ao invés de eliminar o pensamento espírita, mais serviu para difundi-lo na Espanha e outros países que o conheceram.
O livro relaciona não só as 300 obras que foram queimadas naquele dia de outubro de 1861, pela Inquisição, mas descreve minuciosamente o ato, suas repercussões, transformando-o num evento histórico, devidamente comemorado nos seus cinquentenário e centenário.
Através dele, toma-se conhecimento de considerável número de autores, cujas obras se tornaram proibitivas, através do Index Librorum Proibitório e nas quais se assenta nossa cultura. Relaciona inumeráveis obras espíritas em espanhol, francês, bem como de seus opositores, sejam através de ordenanças pastorais, autores religiosos ou não.
Inclui a reprografia da notícia publicada pela Revue Sprite, de Kardec, em 1864 sobre o Auto-de-fé-Fé e uma alentada bibliografia.
Ainda chama atenção para o fato de que o bispo que ordenou a queima dos livros, desencarnado nove meses após o auto-de-fé, comunica-se mediunicamente arrependido e faz previsões a respeito do local da punição, cidadela, que vem a se realizar depois.

Informação adicional

Peso 0.150 kg

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a fazer uma avaliação “Auto-de-fé de Barcelona”