TODOS AQUELES QUE PENSAM PODEM AMENIZAR SEUS MALES E SE MELHORAR

Ser incapaz de lidar com problemas é desconhecer as infindáveis possibilidades da máquina divina que é o cérebro e, indo além, de seu operador, o espírito.

Por Rosana Amado Gaspar*

Estudos recentes revelam que o cérebro humano possui 80 bilhões de neurônios. Para se ter uma ideia do que este número representa, a Via Láctea possui cerca de 100 bilhões de estrelas, ou seja. temos quase tantos neurônios quanto a nossa galáxia tem de estrelas. Este órgão fantástico, que possui uma superfície quase do tamanho de uma folha aberta de jornal, precisa se enrugar e preguear para caber no limite do crânio. Pesquisas também mostram a superioridade do cérebro em relação a um supercomputador.

Para simular um único segundo de atividade cerebral humana necessita de 82.944 processadores e 40 minutos de tempo. Tal instrumento fascina e intriga a ciência positivista, que não compreende os mistérios que envolvem o cérebro, desconsidera que é uma máquina e, como tal, precisa de um condutor.

Este operador do cérebro nada mais é do que o espírito ou a alma, essência espiritual do ser, de capacidade inimaginável e que, sem o qual, o cérebro não passaria de um supercomputador. Apesar disto, a ciência já sabe que a parte do cérebro reservada à memória pode armazenar algo como 4,7 milhões de livros ou 670 milhões de páginas de internet. Lamentavelmente, muitos perderam esta oportunidade, pois não leem sequer um livro na vida. Outro fato a se considerar é a questão de certos conflitos mentais, que crescem a cada ano. Não se sabe de onde eles vêm e quais são as causas, mas os tristes efeitos são as doenças provocadas pelo desânimo.

Na visão espírita, o homem não pode ainda gozar de completa felicidade na Terra, pois sua evolução não permite. Mas dele depende a suavização de seus males e ser tão feliz quanto possível. Não falamos aqui das criaturas que estejam com as faculdades mentais comprometidas seriamente, mas de todos aqueles que pensam e podem se melhorar, justamente por serem imperfeitos. Medos, angústias, aflições, pensar ser incapaz de lidar com problemas que a própria pessoa cria, se fechando num círculo sem fim, é desconhecer que acima desta máquina divina – o cérebro – o ser humano possui infindáveis possibilidades, como ser inteligente da Criação: pensamento e vontade; tudo que se pensa é realizável.

Pode-se reverter este tormento que castiga, em superação para plenitude e felicidade. A crença em Deus fortalece a fé de acreditar em si mesmo! Tão simples que poucos acreditam, tomam cami

nhos estranhos sem chegar à somatória da felicidade comum a todos: “Com relação à vida material, é a posse do necessário. Com relação à vida moral, a consciência tranquila e a fé no futuro” (questão 922 de “O Livro dos Espíritos”, primeira obra básica da Codificação Espírita, lançada há 160 anos por Allan Kardec).

A fé no futuro é que levará todos para além da fronteira desta existência, somando-se experiências. esforçando-se para ser sempre melhor do que se foi ontem. Acredite: todos nós chegaremos à perfeição. Jesus não roga uma praga quando diz: “No mundo tereis aflições”. Apenas avisa sobre os desafios que surgem a cada dia para, em seguida, ensinar como vencer a si mesmo: “Mas tende bom ânimo”. Terminando por afirmar que todos nós temos a mesma capacidade: “Eu venci o Mundo!”.

*Rosana Amado Gaspar é diretora financeira do CCDPE-ECM, vice-presidente da USE (União das Sociedades Espiritas) do Estado de São Paulo e palestrante.
Artigo originalmente publicado na Folha da Região.

 

Posted in POSTS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *